quarta-feira , 2 dezembro 2020
Capa » Notícias » Nestlé reporta os resultados semestrais para 2020

Nestlé reporta os resultados semestrais para 2020

O crescimento orgânico atingiu 2,8%, com crescimento real (RIG) de 2,6% e variação de preços de 0,2%. O crescimento foi apoiado por um impulso sustentado nas Américas, Purina PetCare e Nestlé Health Science.

  • Os desinvestimentos e o câmbio reduziram as vendas em 12,3%. As vendas totais reportadas declinaram 9,5%, para 41,2 bilhões de francos suíços (6M-2019: 45,5 bilhões de francos suíços).
  • A margem de lucro operacional subjacente (UTOP) atingiu 17,4%, um aumento de 30 pontos-base. A margem de lucro comercial (TOP) subiu 140 pontos-base para 16,9%.
  • O lucro por ação aumentou 22,2% para 2.06 de francos suíços na base reportada. O lucro por ação subjacente aumentou 0,5% nas moedas constantes e caiu 5,9% na base reportada para 2,01 de francos suíços.
  • O fluxo de caixa livre diminuiu 19,1% para 3,3 bilhões de francos suíços, principalmente devido a um atraso no pagamento de dividendos de uma coligada e da receita menor reportada.
  • A gestão de portfólio está no caminho certo. A Nestlé está explorando opções estratégicas, incluindo uma potencial venda de partes do negócio da Nestlé Waters na América do Norte, e dos negócios de leite de amendoim e mingau de arroz em lata Yinlu na China. A Nestlé também concluiu a venda de uma participação de 60% no negócio de charcutaria Herta (frios e produtos à base de carne) para a Casa Tarradellas.
  • Perspectivas para 2020: Esperamos crescimento orgânico das vendas anuais entre 2% e 3%. Espera-se que a margem de lucro operacional subjacente melhore. Espera-se que os ganhos por ação subjacentes nas moedas constantes e a eficiência de capital aumentem. Esta orientação é baseada em nosso conhecimento atual da evolução da COVID-19 e presume que não ocorrerá nenhuma deterioração importante comparativamente às condições atuais.

Mark Schneider, CEO da Nestlé, comentou: “A COVID-19 continua impactando as pessoas em todo o mundo. Solidarizamo-nos com todos os que foram afetados e estamos comprometidos a ajudar onde pudermos. Gostaria de agradecer a todos os colaboradores da equipe da Nestlé por sua dedicação e trabalho duro diante de desafios inacreditáveis. ​​Nossas prioridades permanecem as mesmas: mantermos nosso pessoal seguro, garantirmos o fornecimento contínuo de alimentos e bebidas essenciais aos consumidores e cuidarmos de nossas comunidades e parceiros de negócios, proporcionando suporte financeiro e em espécie.

A Nestlé permaneceu resiliente em um ambiente em rápida mudança, oferecendo crescimento orgânico sólido e melhores margens no primeiro semestre. Esses resultados demonstram a agilidade de nossos negócios e a força de nosso portfólio diversificado em diferentes geografias, categorias de produtos e canais. Com o comportamento do consumidor evoluindo mais rápido do que nunca, estamos nos adaptando a essa nova realidade, fortalecendo nossa inovação, alavancando nossos recursos digitais e executando com velocidade. Nossas equipes engajadas e seu compromisso de apresentar resultados comerciais ao mesmo tempo em que impulsionam o progresso de nossos compromissos sociais e ambientais, nos tornam uma empresa mais forte a cada dia” .

Vendas do grupo

O crescimento orgânico atingiu 2,8%, com crescimento real (RIG) de 2,6%. A variação de preços contribuiu com 0,2% e foi positiva em todas as três Zonas no segundo trimestre.

Após um início de ano mais forte do que o esperado, o crescimento orgânico desacelerou no segundo trimestre para 1,3%, refletindo o forte impacto das restrições de movimento nos negócios fora do lar e na redução de estoque dos consumidores. No primeiro semestre, a Nestlé teve impulso sustentado nas Américas e desenvolvimento positivo de vendas na Zona EMENA. A Zona AOA apresentou queda nas vendas, mas o crescimento se tornou positivo no segundo trimestre. O crescimento orgânico foi de 4,1% nos mercados desenvolvidos, baseado inteiramente no crescimento real (RIG). O crescimento nos mercados emergentes foi de 1,1%.

Por categoria de produto, o maior contribuidor do crescimento foi Purina PetCare, liderado por suas marcas premium Purina Pro Plan e Purina ONE. Os laticínios tiveram alto crescimento de um dígito, com base na forte demanda por leites fortificados, como Nido e Bear Brand, além de Coffee mate. Pratos prontos e produtos culinários cresceram à taxa de um dígito, com forte impulso em alimentos congelados. Os produtos vegetarianos e à base de vegetais cresceram 40%, sustentados pela maior expansão de Garden Gourmet na Europa e o aumento de crescimento de Sweet Earth nos Estados Unidos. O café continuou resiliente, com crescimento de um dígito, já que o aumento de dois dígitos nas vendas de café para uso doméstico superou o forte declínio do canal fora do lar. Nossos produtos Starbucks continuaram a crescer à taxa de dois dígitos, impulsionados pela expansão global adicional e pelo lançamento de novas ofertas. Nestlé Health Science registrou crescimento de dois dígitos, refletindo a demanda elevada por produtos que dão suporte à saúde e ao sistema imunológico. Águas e confeitos apresentaram crescimento negativo, devido à alta exposição ao canal fora do lar e ao consumo em movimento.

Os desinvestimentos reduziram as vendas em 5,3%, em grande parte relacionados com o desinvestimento da Nestlé Skin Health e do negócio de sorvetes nos EUA. O câmbio reduziu as vendas em 7,0%, refletindo a apreciação do franco suíço em relação à maioria das moedas. O total de vendas reportadas caiu 9,5%, para 41,2 bilhões de francos suíços.

Impacto Comercial da Crise da COVID-19

A crise da COVID-19 levou a profundas mudanças nos ambientes operacionais dos mercados. A economia global entrou em recessão, as cadeias de fornecimento foram testadas e o comportamento do consumidor mudou rapidamente. A Nestlé implantou rapidamente medidas eficazes para lidar com essa nova realidade. A cadeia de fornecimento da empresa se mostrou resiliente, pois as instalações de fabricação e distribuição continuaram operando sem interrupções significativas. Com a mudança dos hábitos do consumidor, a Nestlé vem desenvolvendo soluções para atender à crescente demanda por produtos para consumo doméstico, produtos que apoiam a saúde e estimulam o sistema imunológico, além de ofertas acessíveis. A empresa também acelerou o desenvolvimento de seus recursos digitais e expandiu o comércio eletrônico e a comunicação online.

No primeiro semestre, os efeitos da COVID-19 no crescimento orgânico variaram substancialmente de acordo com a geografia, categoria de produto e canal de vendas, dependendo do momento dos surtos, do escopo das restrições e do comportamento do consumidor:

  • Geografias: A maioria dos mercados teve crescimento mais lento no segundo trimestre. Essa tendência refletiu o efeito do fechamento total dos canais fora do lar e da redução de estoque do consumidor após o abastecimento das despensas em março. A América do Norte permaneceu resiliente. A China registrou declínio de vendas de dois dígitos, com o crescimento aumentando para quase estável no segundo trimestre, à medida que as restrições de movimento diminuíram.
  • Categorias de produtos: aumento da demanda por produtos para consumo doméstico, marcas confiáveis ​​e produtos de saúde pessoal. Purina PetCare, laticínios, produtos culinários, café para uso doméstico e Nestlé Health Science registraram forte crescimento. Águas e confeitos registraram queda nas vendas, refletindo a alta exposição ao canal fora do lar, consumo em movimento e compras por impulso. A maioria das categorias viu redução de estoque do consumidor no segundo trimestre.
  • Canais de vendas: todos os mercados observaram uma mudança significativa dos produtos fora do lar e de consumo em movimento para produtos de consumo doméstico. As vendas no varejo aceleraram significativamente. Os canais fora do lar apresentaram crescimento negativo, com quedas significativas nas vendas de Nestlé Professional, Águas e Nespresso. As vendas no comércio eletrônico cresceram 48,9%, atingindo 12,4% das vendas totais do Grupo.

No primeiro semestre, os custos relacionados com a COVID-19 foram de 290 milhões de francos suíços, incluindo despesas com bônus pagos a colaboradores da linha de frente, protocolos de segurança dos colaboradores, doações e outros subsídios para colaboradores e clientes. Além disso, o Grupo absorveu custos de 120 milhões de francos suíços relacionados com colaboradores e instalações que permaneceram ociosos devido às medidas de lockdown.

As despesas de marketing voltadas para o consumidor* diminuíram. Em muitos mercados, as ativações em loja não puderam ser implementadas durante os lockdowns relacionados com a COVID-19. A Nestlé aumentou os gastos com mídia, principalmente em canais digitais, para sustentar a construção da marca e o engajamento do consumidor. Taxas mais baixas de mídia permitiram aumentar o alcance ao consumidor.

O impacto financeiro anual exato da COVID-19 continua difícil de quantificar e dependerá da duração e das consequências econômicas dessa crise, bem como da velocidade de recuperação do canal fora do lar.

Lucro operacional subjacente

O lucro operacional subjacente das operações caiu 7,9%, para 7,2 bilhões de francos suíços. A margem de lucro operacional subjacente atingiu 17,4%, um aumento de 30 pontos-base nas moedas constantes e na base reportada.

A expansão da margem foi sustentada pela gestão de portfólio e pelo desempenho operacional mais forte. As fracas ativações em loja durante os lockdowns e os custos estruturais mais baixos compensaram amplamente os custos relacionados com a COVID-19 e a inflação das commodities.

As despesas de reestruturação e outros itens comerciais líquidos foram de 186 milhões de francos suíços. O lucro comercial decresceu 1,2% 7,0 bilhões de francos suíços. A margem de lucro operacional atingiu 16,9%, um aumento de 140 pontos-base nas moedas constantes e na base reportada.

Despesas Financeiras Líquidas e Imposto de Renda

As despesas financeiras líquidas diminuíram 11,3% para 447 milhões de francos suíços, refletindo amplamente a redução na média da dívida líquida.

O Grupo reportou que a alíquota tributária caiu 40 pontos-base para 27,1%. A alíquota tributária subjacente ficou estável em 21,4%.

Lucro Líquido e Ganho por Ação

O lucro líquido cresceu 18,3%, para 5,9 bilhões de francos suíços. A margem de lucro líquido aumentou 340 pontos-base para 14,3%, beneficiando-se da receita pontual relacionada aos desinvestimentos e do melhor desempenho operacional.

O lucro por ação aumentou 22,2% para 2.06 de francos suíços na base reportada. O lucro por ação subjacente aumentou 0,5% nas moedas constantes e diminuiu 5,9% na base reportada para 2,01 de francos suíços. Desinvestimentos e contribuições menores de coligadas e joint ventures tiveram impacto negativo de 4,4%. O programa de recompra de ações da Nestlé contribuiu com 1,4% para o aumento do lucro por ação, líquido dos custos financeiros.

Fluxo de caixa

O fluxo de caixa livre diminuiu 19,1% para 3,3 bilhões de francos suíços. Essa redução deveu-se principalmente ao atraso no pagamento de dividendos por parte de uma coligada de abril a julho, ao impacto das taxas de câmbio e desinvestimentos. Quando ajustado com esse pagamento de dividendos, o fluxo de caixa livre aumentou 40 pontos-base para 9,3% das vendas, refletindo melhor disciplina de capital e melhor desempenho operacional.

Programa de Recompra de Ações

No primeiro semestre, o Grupo recomprou 4,2 bilhões de francos suíços de ações da Nestlé como parte do programa de recompra de três anos no valor de 20 bilhões de francos suíços, iniciado em janeiro.

Dívida líquida

A dívida líquida aumentou para 33,4 bilhões de francos suíços em 30 de junho de 2020, em comparação com 27,1 bilhões de francos suíços em 31 de dezembro de 2019. O aumento refletiu o pagamento de dividendos de 7,7 bilhões de francos suíços e recompras de ações de 4,2 bilhões de francos suíços, que contrabalançaram amplamente a geração do fluxo de caixa livre e as entradas líquidas de caixa dos desinvestimentos e aquisições.

Gestão de Portfólio

Em janeiro, a Nestlé concluiu a venda de seu negócio de sorvetes nos EUA por US﹩ 4 bilhões para a Froneri, a bem-sucedida joint venture global com a PAI Partners. O Grupo fechou a venda de uma participação de 60% em seu negócio de charcutaria Herta (frios e produtos à base de carne) para a Casa Tarradellas em junho.

Em abril, a Nestlé concluiu a aquisição da Lily’s Kitchen, uma empresa premium de alimentos naturais para animais de estimação. Em maio, o Grupo concluiu a compra do negócio Zenpep da Allergan. Em julho, a Nestlé concluiu a aquisição de uma participação majoritária na Vital Proteins, a principal marca de produtos de colágeno da América.

Desenvolvimentos Estratégicos

Em maio, a Nestlé anunciou a decisão de explorar opções estratégicas, incluindo a venda potencial da maioria dos negócios de Águas na América do Norte. Como parte desse processo, o Grupo concordou em vender o negócio canadense da Nestlé Pure Life para a Ice River Springs em julho. A revisão estratégica dos negócios de mingau de leite de amendoim e arroz em lata Yinlu na China está em andamento. Espera-se que ambas as revisões sejam concluídas no início de 2021.

Zona Américas (AMS)

  • 5,3% de crescimento orgânico: 5,1% de RIG; 0,2% de variação de preços.
  • A América do Norte registrou crescimento orgânico de um dígito, com forte RIG e variação de preços negativa.
  • A América Latina manteve crescimento orgânico de um dígito, com RIG e variação de preços positivos.
  • A margem de lucro operacional subjacente aumentou 60 pontos-base para 18,9%.

O crescimento orgânico atingiu 5,3%, sustentado pelo crescimento real (RIG) robusto de 5,1%. A variação de preços contribuiu com 0,2% e se tornou positiva no segundo trimestre, com amplas melhorias de base. Os desinvestimentos reduziram as vendas em 5,3%, em grande parte relacionadas com o desinvestimento do negócio de sorvetes nos EUA. O câmbio teve impacto negativo de 7,7%, principalmente devido às desvalorizações cambiais na América Latina. As vendas reportadas na Zona AMS caíram 7,7% para 16,7 bilhões de francos suíços.

A América do Norte cresceu à taxa de um dígito, sustentada pelo forte crescimento real na maioria das categorias de produtos. A maior contribuidora desse crescimento foi Purina PetCare, que teve forte impulso contínuo no comércio eletrônico e nas marcas premium, como Purina Pro Plan, Purina ONE e Fancy Feast. O lançamento do Pro Plan LiveClear, o primeiro alimento para gatos com redução de alergênicos, teve grande repercussão junto aos donos de gatos. Na categoria de bebidas, os produtos para uso doméstico da Starbucks, Nescafé e Coffee mate cresceram a taxas de dois dígitos. Os alimentos congelados tiveram crescimento acelerado de dois dígitos, com aumento de vendas para DiGiorno, Hot Pockets e Stouffer’s. Os produtos de panificação, incluindo Toll House e Carnation continuaram a apresentar demanda excepcional. Águas reportou crescimento negativo, impactada pela redução das vendas no canal fora de casa. As marcas premium internacionais tiveram crescimento positivo nos Estados Unidos, lideradas por S.Pellegrino. Nestlé Professional registrou declínio de vendas de dois dígitos, em linha com a dinâmica do canal.

A América Latina manteve crescimento de um dígito, com contribuições positivas da maioria das geografias e categorias de produtos. As vendas no Brasil cresceram à alta taxa de um dígito. Ninho, NAN e Nescafé apresentaram alta demanda dos consumidores. O Chile alcançou alto crescimento de um dígito, liderado por laticínios. O México apresentou crescimento de um dígito. Por categoria de produto, as principais plataformas de crescimento foram laticínios, Purina PetCare e café. Os confeitos registraram crescimento negativo devido à redução da demanda por produtos de consumo em movimento, mas, em geral, a participação de mercado aumentou.

A margem de lucro operacional subjacente da Zona aumentou 60 pontos-base. A gestão de portfólio, a redução das ativações em loja durante os lockdowns e a transformação da Entrega Diretamente À Loja compensaram amplamente os custos relacionados à COVID-19 e à inflação das commodities.

Zona Europa, Oriente Médio e Norte da África (EMENA)

  • 2,4% de crescimento orgânico: 2,8% de RIG; -0,4% de variação de preços.
  • A Europa Ocidental teve crescimento de um dígito com RIG sólido, parcialmente contrabalançado pela variação de preços ligeiramente negativa.
  • A Europa Central e Oriental tiveram crescimento orgânico de um dígito, com forte RIG. A variação de preços foi negativa.
  • O Oriente Médio e o Norte da África registraram crescimento orgânico de um dígito. RIG e variação de preços foram positivos.
  • A margem de lucro operacional subjacente aumentou 40 pontos-base para 18,3%.

O crescimento orgânico foi de 2,4%, com sólido crescimento real (RIG) de 2,8%, sustentado por um mix favorável. A variação de preços caiu 0,4%, tornando-se positiva no segundo trimestre, com melhorias em todas as sub-regiões. Os desinvestimentos reduziram as vendas em 0,5% e o câmbio impactou negativamente as vendas em 7,0%. As vendas reportadas na Zona EMENA diminuíram 5,1% para 10,0 bilhões de francos suíços.

A zona EMENA cresceu à taxa de um dígito. Após um início de ano excepcionalmente forte, o crescimento orgânico se tornou negativo no segundo trimestre, devido à queda acentuada das vendas no canal fora de casa, principalmente em Águas e Nestlé Professional. No geral, as outras categorias de produtos tiveram bom desempenho e registraram alto crescimento de um dígito. A Zona registrou ganhos contínuos de participação de mercado na maioria das geografias e categorias de produtos, particularmente em rações para animais, café e produtos culinários. Todas as regiões apresentaram crescimento positivo, com forte impulso na Rússia.

Por categoria de produto, café, Purina PetCare e produtos culinários cresceram à taxa de dois dígitos. O café foi sustentado pelo forte impulso de Nescafé e dos produtos Starbucks. Em PetCare, Felix, Purina ONE e Tails.com foram as principais plataformas de crescimento. Lily’s Kitchen, o recém-adquirido negócio de alimentos premium para animais de estimação, também teve desempenho forte. Produtos Culinários apresentou demanda elevada em todos os segmentos, principalmente Maggi e os produtos à base de vegetais da Garden Gourmet. A nutrição infantil desacelerou o crescimento para um dígito, refletindo redução de estoque do consumidor. O crescimento de confeitos ficou ligeiramente negativo após a redução da demanda de produtos de impulso e presentes. Águas ganhou participação de mercado, mas registrou crescimento negativo devido a uma queda substancial das vendas no canal fora do lar. Nestlé Professional viu declínio de vendas de dois dígitos, em linha com a dinâmica do canal.

A margem de lucro operacional subjacente da Zona aumentou 40 pontos-base. A redução das ativações em loja durante os lockdowns e o menor gasto com commodities superaram os custos relacionados com a COVID-19.

Zona Ásia, Oceania e África Subsaariana (AOA)

  • -2,2% de crescimento orgânico: -2,7% de RIG; 0,5% de variação de preços.
  • A China registrou declínio de dois dígitos no crescimento orgânico, principalmente devido ao RIG negativo. A variação de preços foi negativa.
  • O Sudeste Asiático registrou crescimento orgânico de um dígito, com contribuição equilibrada do RIG e da variação de preços.
  • O sul da Ásia registrou crescimento orgânico de um dígito, principalmente baseado na variação de preços. O RIG foi ligeiramente positivo.
  • A África Subsaariana registrou crescimento orgânico de dois dígitos, liderado pelo forte RIG.
  • Japão e Oceania tiveram crescimento orgânico negativo, com RIG e variação de preços negativos.
  • A margem de lucro operacional subjacente reduziu 20 pontos-base para 22,7%.

O crescimento orgânico foi de -2,2%, com crescimento real (RIG) de -2,7% e variação de preços de 0,5%. Desinvestimentos e aquisições não tiveram impacto nas vendas. O câmbio reduziu as vendas em 6,3%. As vendas reportadas na Zona AOA diminuíram 8,5% para 10,1 bilhões de francos suíços.

A Zona AOA registrou crescimento orgânico negativo, pois o declínio de dois dígitos na China superou o crescimento de um dígito nas outras regiões. A Zona voltou a crescer positivamente no segundo trimestre, ajudada pelas melhores condições comerciais na China.

Após um início de ano difícil, as vendas na China se recuperaram e o crescimento ficou praticamente estável no segundo trimestre. A melhoria foi ampla nas categorias de produtos. Café, laticínios, sorvetes, produtos culinários e confeitos voltaram a ter crescimento positivo. A contração nas vendas das fórmulas infantis da Wyeth foi moderada. Em junho, a Wyeth lançou a marca de fórmulas infantis Belsol, de fabricação local, reforçando sua oferta no segmento super premium e nas cidades de renda mais baixa. Os cereais infantis e Purina PetCare continuaram a crescer a fortes taxas de dois dígitos. As vendas no comércio eletrônico ganharam impulso, principalmente com Nescafé e produtos Starbucks.

O Sudeste Asiático registrou crescimento de um dígito. As vendas nas Filipinas aumentaram à taxa de dois dígitos, com alta demanda do consumidor por Bear Brand, Milo e Maggi. A Indonésia apresentou alto crescimento de um dígito, liderado por Bear Brand e Dancow. O sul da Ásia registrou crescimento médio de um dígito. A Índia teve bom desempenho, sustentando por NAN, Everyday e Nescafé. Maggi apresentou crescimento sólido, apesar das restrições temporárias da cadeia de fornecimento no segundo trimestre. A África Subsaariana cresceu à taxa de dois dígitos, liderada pelo forte desenvolvimento de vendas na África do Sul. O Japão e a Oceania desaceleraram e tiveram crescimento negativo, pois o aumento das vendas nas categorias de produtos na Oceania foi amplamente contrabalançado pelo declínio no Japão.

Por categoria de produto, a maior contribuição de crescimento veio de Purina PetCare, Milo em pó e laticínios. No café, houve forte demanda contínua por produtos Starbucks. Fora da China, a nutrição infantil teve bom impulso nas vendas. Nestlé Professional, confeitos, produtos prontos para beber e Águas apresentaram crescimento negativo devido à sua exposição ao canal fora do lar.

A margem de lucro operacional subjacente da Zona diminuiu 20 pontos-base. A inflação das commodities e os custos relacionados à COVID-19 superaram a redução das ativações em loja durante os lockdowns.

Outros Negócios

  • 6,1% de crescimento orgânico: 5,5% de RIG; 0,6% de variação de preços.
  • Nespresso registrou crescimento orgânico de um dígito, com RIG e variação de preços positivos.
  • Nestlé Health Science teve crescimento orgânico de dois dígitos, inteiramente impulsionado pelo RIG.
  • A margem de lucro operacional subjacente aumentou 260 pontos-base, para 22,2%.

O crescimento orgânico de 6,1% foi baseado no forte crescimento real (RIG) de 5,5% e na variação de preços de 0,6%. Os desinvestimentos reduziram as vendas em 24,9%, relacionadas, em grande parte, com o desinvestimento da Nestlé Skin Health. O câmbio impactou negativamente as vendas em 6,0%. As vendas reportadas em Outros Negócios caíram 24,8%, para 4,4 bilhões de francos suíços.

Nespresso cresceu à taxa de um dígito, sustentada pela aceleração significativa das vendas no comércio eletrônico e pelo sistema Vertuo. A América do Norte teve forte crescimento de dois dígitos, com ganhos contínuos de participação de mercado. A Zona AOA cresceu à taxa de dois dígitos, com contribuições positivas da maioria dos mercados. As vendas na Europa diminuíram, refletindo a significativa redução de demanda com o fechamento dos canais fora de casa e das butiques. Globalmente, no final de junho, 86% das butiques tinham reaberto. Em julho, Nespresso anunciou um investimento de 160 milhões de francos suíços na expansão de seu centro de produção em Romont, na Suíça, para atender à crescente demanda do consumidor em todo o mundo.

A Nestlé Health Science registrou um crescimento de dois dígitos, fortemente impulsionado por produtos de nutrição médica e para o consumidor. Vitaminas, minerais e suplementos que dão suporte à saúde e ao sistema imunológico em geral continuaram tendo demanda elevada. Garden of Life e Pure Encapsulations aumentaram seu crescimento, principalmente no comércio eletrônico. Persona, o negócio de vitaminas personalizadas por assinatura, mais do que triplicou suas vendas. Medical Nutrition apresentou fortes vendas, principalmente na área de alergias alimentares pediátricas, cuidados médicos para adulto e produtos Vitaflo para doenças genéticas raras.

A margem de lucro operacional subjacente de Outros Negócios aumentou 260 pontos-base, com contribuições positivas da Nespresso e Nestlé Health Science.

Os negócios como uma força para o bem: acelerando nosso programa Nestlé Needs YOUth

Mais de um em cada seis jovens está desempregado devido à pandemia da COVID-19, enquanto os que permanecem empregados tiveram suas horas de trabalho reduzidas, de acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT). Particularmente nos países de baixa e média renda, até 75% dos jovens trabalham na economia informal sem segurança no emprego e com pouca ou nenhuma proteção social.

Nestlé Needs YOUth é nossa iniciativa no mercado de trabalho que oferece oportunidades de trabalho e treinamento para jovens em todo o mundo. Em meio à pandemia, ampliamos o treinamento on-line para garantir a continuidade de nossos programas de estágio e aprendizado. Também estamos trabalhando com instituições públicas e privadas em muitos países para criar novos programas para ajudar os jovens a desenvolverem as habilidades e a resiliência de que precisam para terem sucesso no desafiador mercado de trabalho atual. Os exemplos incluem:

  • Na África Ocidental, mais de 1.000 jovens recebem apoio por meio do Programa de Desenvolvimento do Agroempreendedorismo Juvenil (YADIS – Youth Agripreneurship Development Program), iniciado pela Nestlé e nossos parceiros regionais em 2019. Quando a pandemia começou a se espalhar, YADIS ofereceu treinamento e orientação extras para ajudar os jovens agricultores a ampliarem seus campos e aumentarem sua produção agrícola. Para garantir ainda mais seu sucesso no longo prazo, a Nestlé se comprometeu a comprar milho produzido por eles durante o ano.
  • No México, em apenas três meses, a Nestlé organizou 6.000 sessões individuais de coaching ao vivo sobre orientação profissional, empregabilidade e inovação. Também desenvolvemos um programa de empreendedorismo para apoiar jovens inovadores por meio de orientação e suporte estratégico para seus negócios, ajudando-os a superar os desafios e encontrar oportunidades de crescimento.
  • No Reino Unido, 170 aprendizes se beneficiaram de 30 programas diferentes de treinamento virtual oferecidos ao vivo ou através de sessões pré-gravadas. Graças a esse esforço, a grande maioria dos aprendizes pôde dar continuidade ao seu desenvolvimento em sua ocupação específica – da engenharia às finanças e à ciência de dados.
  • Nos Estados Unidos, nosso programa de recrutamento no campus contratou 138 estagiários e trainees de todas as idades que foram integrados remotamente. Aprendizes de nove fábricas estão recebendo treinamento no local de trabalho e instruções em sala de aula virtual.

Estamos profundamente preocupados com as desigualdades sociais, raciais e econômicas. Continuamos trabalhando para promover uma cultura inclusiva no trabalho e em nossas comunidades, particularmente nos Estados Unidos, onde a dor da desigualdade racial foi trazida à vanguarda da conscientização pública. Como parte desse trabalho, a Nestlé está doando US﹩ 1,5 milhão para a National Urban League, UNCF e outras organizações dedicadas ao fim da discriminação racial e ao empoderamento econômico por meio de educação e treinamento profissional. A partir de 2021, o calendário de feriados de nossa empresa nos Estados Unidos incluirá o Juneteenth, um dia de reflexão que comemora a libertação das pessoas escravizadas na América em 19 de junho de 1865.

Perspectivas

Perspectivas para 2020: Esperamos crescimento orgânico das vendas anuais entre 2% e 3%. Espera-se que a margem de lucro operacional subjacente melhore. Espera-se que os ganhos por ação subjacentes nas moedas constantes e a eficiência de capital aumentem. Esta orientação é baseada em nosso conhecimento atual da evolução da COVID-19 e presume que não ocorrerá nenhuma deterioração importante comparativamente às condições atuais.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*