segunda-feira , 21 outubro 2019
Capa » Boas Práticas » Programa 5s’s – base para sucesso do GMP
Programa 5s’s – base para sucesso do GMP

Programa 5s’s – base para sucesso do GMP

Por José Carlos Giordano e Taline Fernanda Smanioto.

Com a globalização  o mercado adota exigências para seus produtos e serviços e para se manter nesse mundo é preciso supera-las com qualidade e custo baixo.

No atendimento a essas premissas de qualidade, todos os funcionários desde o Operário até o Diretor devem estar comprometidos, numa somatória de competências.

Na base do Sistema de Qualidade, situa-se o Programa 5S, um modelo baseado na mudança comportamental que envolve Utilização adequada, Ordenação, Limpeza, Higiene e Autodisciplina como etapas base.

O objetivo do Programa 5S’s é criar o conceito de que o comportamento em grupo influencia o trabalhador para a mudança individual, pois a responsabilidade do local de trabalho, ferramentas, equipamentos e do produto final é de todos.

O Programa bem aplicado é capaz de mudar até o humor no ambiente de trabalho, conduzindo as atividades para a melhor Qualidade e Produtividade. É um  agilizador de melhoria na Qualidade de Vida, conduzindo as atitudes em todos os ambientes sociais que frequentamos.

Alguns dos valores envolvidos são: Arrumação, Organização, Sistematização, Saneamento, Limpeza , Zelo, Saúde, Higiene, Asseio, Educação, Disciplina, Compromisso!

O 5S’s combate a sujeira, o desperdício e integra os grupos de trabalho e aí é que surge a interface com GMP, que exige o cumprimento desses requisitos.

A busca da higiene, da limpeza, das coisas certas, se inicia no 5S’s que dá as ferramentas e os objetivos iniciais. Em todo processo de auditoria interna ou qualificação de fornecedores, na estratificação do plano de ação  surgem itens relativos a 5S’s.

O COMO FAZER E MANTER

Sejam 5,7,12 S’s , o segredo não é como iniciar o programa, mas sim chegar na disciplina de manter os ambientes e processos limpos. O item GMP de Higiene Pessoal das equipes equivale ao 5S’s da fábrica, por isso são imprescindíveis no sistema de redução de microrganismos. Housekeeping hoje se traduz em fábrica sem contaminação!.

Se o HACCP é a ponta da pirâmide Food Safety, o 5S’s é o alicerce. Participe das experiências de sucesso dessa implantação e manutenção : 5S’s – GMP – HACCP.

FILOSOFIA 5 S’S COMO PRECURSORA DE QUALIDADE TOTAL

A teoria dos 5 S’s foi criada pelos japoneses na década de 50 com a finalidade de aprimorar o comportamento das trabalhadores, tanto na empresa como nas demais atividades de suas vidas. Trata-se de um processo cultural que tem por objetivo melhorar a qualidade, reduzir custos, prevenir acidentes e aumentar a motivação das pessoas.

Justamente por isso, a teoria dos 5 S’s é ferramenta imprescindível nos programas de Qualidade Total e de Higiene.

O termo 5 S’s designa as palavras japonesas iniciadas com a letra s: Seiri, Seiton, Seiso, Seiktsu, Shitsuke, que podem ser traduzidas por sensos de arrumação, de ordenação, de limpeza , de asseio e de autodisciplina. No Brasil várias versões existem para a tradução do 5 S’s : descarte, organização, limpeza, higiene e ordem mantida, é uma delas.

Seiri – Descarte

Denomina a fase onde o material útil é separado do inútil para descarte. Esse trabalho é realizado com o intuito de verificar e evitar a ocorrência de desperdícios. Entende-se por desperdício todo recurso que se gasta na execução de um produto ou serviço além do estritamente necessário. É um gasto extra acrescentado aos custos normais, sem trazer qualquer tipo de melhoria. Deve ser detectado e eliminado, em busca da eficácia, produtividade e limpeza.

Seiso – Limpeza

É a fase em que se inspeciona o material separado e as condições de utilização das instalações, máquinas e  equipamentos. O importante aqui é buscar um ambiente de trabalho que traga satisfação e produtividade aos empregados. Deve-se também estabelecer responsabilidade, principalmente para que se consiga a manutenção da limpeza do ambiente. Tem afinidade com os Procedimentos Operacionais Padrão ( POP’s) que levam ao PPHO.

Seiton – Organização

É a etapa em que, depois de uma avaliação na fase anterior, inicia-se a organização dos materiais que foram selecionados como “para uso”. Para que esta etapa tenha o resultado esperado é necessário arrumar e identificar os materiais “para uso”. Neste estágio, deve-se também propor melhorias de sinalização e layout. Tem afinidade com os processos 5W 1H e Gestão à Vista.

Seiketsu – Higiene

É uma fase semelhante à anterior, só que com um sentido mais amplo. Significa pensar e agir positivamente, ou seja, a higiene  deve ser tanto do ambiente como das pessoas ( física e mental ) . Nesta etapa, estabelecem-se as condições favoráveis para a saúde e o trabalho ( segurança, manutenção, melhoria das instalações e equipamentos, etc.) Tem afinidade com o GMP – Good Manufacturing Practices / BPF – Boas Práticas de Fabricação.

Shitsuke – Ordem mantida

É feita para respeitar as regras, normas e procedimentos estabelecidos como padrão, ou seja, é o compromisso e o comprometimento das pessoas com os acordos, normas e prazos. Essa fase é composta ainda pelo comportamento ético e pelo aprimoramento da qualidade. Tem afinidade com os processos Kaisen – Melhoria Contínua e sistema PDCA.

 

AÇÕES DA OPERAÇÃO 5 S’S

  1. Fazer um levantamento do que é desnecessário no local de trabalho.
  2. Separar o útil do inútil.
  3. Fazer levantamento dos postos onde há necessidade de reparos, pintura, reformas.
  4. Providenciar o necessário para os consertos. Evitar soluções e arrumação provisória.
  5. Levar o inútil para área previamente definida.
  6. Na área de descarte, classificar e reaproveitar o que for possível.
  7. Eliminar o inútil da empresa, doando, vendendo, recuperando ou removendo como lixo.
  8. Definir e criar o melhor arranjo físico p/ cada ambiente, tornado-o agradável e funcional.
  9. Retirar objetos debaixo de armários, mesas, balcões e dos corredores.
  10. Restringir a quantidade de material de trabalho ao estritamente necessário.
  11. Conservar mesas, gavetas, armários, equipamentos, móveis limpos e em condições de uso.
  12. Manter tudo limpo não esquecendo de corredores, depósitos, jardins, estacionamentos, fachadas, luminosos, toldos, veículos, escadas, elevadores, hall e outras áreas comuns.
  13. Providenciar a limpeza de sua área de trabalho e colaborar para não sujar as demais.
  14. Lembre-se de que você é responsável pela limpeza de sua área e do seu posto de trabalho.
  15. Usar roupas e uniforme limpos. Em condições e adequados a cada tarefa.
  16. Manter em excelentes condições de higiene as instalações de uso comum tais como: toalete, banheiro, refeitório, copa, sala de reunião, recepção, descanso, etc.
  17. Manter adequadas a iluminação e a ventilação. Evitar a poluição do ar e sonora e visual.
  18. Registrar com fotos melhorias implementadas.
  19. Sinalizar tudo o que mereça ser destacado.
  20. Respeitar as orientações do Corpo de Bombeiros. Eliminar todas as fontes de risco.
  21. Providenciar manutenção periódica de máquinas, móveis, armários e equipamentos.
  22. Identificar oportunidades e recursos para melhorar as condições físicas de sua área.
  23. Verificar o que se pode fazer que não está sendo feito.
  24. Providenciar com antecedência, o material necessário para execução dos trabalhos, para evitar improvisações e outros transtornos.
  25. Após o expediente, não deixar nada sobre as mesas e balcões.
  26. Manter documentos, ferramentas e produtos em locais adequados, para que sejam localizados com facilidade e rapidamente.
  27. Compartilhar constantemente material de instrução sobre 5S entre colaboradores.
  28. Definir responsabilidades para toda sua equipe para que a ordem seja mantida.
  29. Criar mecanismos de idéias de melhorias e reflexão de maneiras de aplicá.las.
  30. Com a freqüência de pelo menos uma vez por mês, analisar e melhorar este processo.

    AVALIAÇÃO DE ÁREAS ADMINISTRATIVAS

    Setor avaliado : ___________________________________________________________

    Avaliadores : ______________________________________      Data : ____ / ____/ 2019

    INSTRUÇÕES

    1. Os avaliadores deverão averiguar todos os aspectos, checando-os dentro dos conceitos de limpeza, organização, conservação e manutenção de cada item abaixo.
    2. Deverão assinalar o resultado com um X no critério de avaliação correspondente.
    3. O campo de observações deverá ser usado para pendências ou aspectos que deverão ser melhorados, oportunidades.

Prof. José Carlos Giordano
Biol. Taline Smanioto
 JCG Assessoria em Higiene e Qualidade
[email protected]

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*