Capa » Notícias » Fugini espera processar 150 mil toneladas de milho na sua indústria este ano

Fugini espera processar 150 mil toneladas de milho na sua indústria este ano

Com mais de 35 produtores parceiros no estado de Goiás e cerca de 9 mil hectares plantados, a marca ampliou a produção e comercialização do vegetal em todo o país

A Fugini Alimentos, líder no mercado de molhos de tomate e milho no Brasil, anuncia expectativas promissoras para suas safras de vegetais deste ano, especialmente o milho, reafirmando sua posição como líder em vendas no país. Com parcerias estabelecidas com mais de 35 produtores no estado de Goiás e cerca de 9 mil hectares plantados, a empresa projeta processar 150 mil toneladas do alimento até o final de 2024.

Giulia Ninelli, diretora da Fugini Alimentos, destaca o crescimento expressivo da empresa nos últimos cinco anos. “Ampliamos em 200% a quantidade de milho processada e comercializada, o que nos permitiu ganhar escala de vendas em todo o território nacional. Além disso, investimos significativamente em máquinas e tecnologia de ponta em nossas fábricas, o que nos permite automatizar e gerar maior eficiência nos processos de produção,” explica.

Para atender à demanda crescente, a Fugini firma parcerias com produtores comprometidos com a inovação e a tecnologia. “Auxiliamos o produtor em várias etapas, desde a escolha da variedade, preparo do solo, plantio, até a colheita do milho. E estamos desenvolvendo um projeto para a utilização de drones na aplicação de insumos agrícolas”, informa Giulia.

Paulo Mira, gerente agrícola da Fugini Alimentos, explica que o Brasil possui condições especiais para o plantio e processamento do milho doce, que pode ser cultivado durante todo o ano, diferentemente da maioria dos países que possuem safras limitadas. Segundo ele, a companhia possui uma planta em Cristalina (Goiás), cidade escolhida estrategicamente por apresentar a altitude adequada ao plantio do vegetal e onde estão presentes os principais produtores do país.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*