domingo , 8 dezembro 2019
Capa » Notícias » Equipamentos para restaurante: conheça vantagens e desvantagens na aquisição de usados

Equipamentos para restaurante: conheça vantagens e desvantagens na aquisição de usados

Muitos empreendedores estão cautelosos quanto a investir em médio e longo prazo. No entanto, o setor de restaurantes e bares apresentou números positivos mesmo em meio à crise econômica e o tímido crescimento do PIB.

Segundo o levantamento da Associação Nacional de Restaurantes (ANR), houve aumento de 3,5% no setor de alimentação fora do lar em 2018. A expectativa da entidade é que o número chegará a 5% em 2019.

Além disso, há uma enorme popularização dos aplicativos de delivery, cada vez mais comuns e necessários nas grandes cidades do país. Um exemplo fica a cargo do iFood, app que lidera o segmento com quase 600 mil pedidos todos os dias. Somente durante o mês de março deste ano, a plataforma intermediou 17,4 milhões de pedidos de refeições, crescendo 125% em comparação com março de 2018.

Em uma perspectiva geral, o mercado de restaurantes e gastronomia pode ser um segmento interessante para quem busca investir mesmo em meio à instabilidade econômica. No entanto, o sucesso em um novo negócio depende de muito planejamento e conhecimento de mercado, além de gastos assertivos e bem calculados.

Seja para a abertura de um ponto comercial ou produção voltada exclusivamente ao delivery, alguns milhares de reais serão inevitavelmente dedicados à compra de equipamentos para restaurante como fogões, fornos, fritadeiras, chapas, churrasqueiras, coifas freezers, balcões refrigerados, batedeiras, liquidificadores, processadores e tantos outros utensílios e maquinários industriais voltados à conservação e produção de alimentos em grande escala.

Há pontos positivos e negativos para quem busca adquirir equipamentos para restaurante usados. A avaliação deve ser feita com cautela, considerando as necessidades operacionais e saúde financeira do negócio.

Vantagens dos usados

– Custo reduzido em comparação a um equipamento novo.

– Oportunidade para encontrar equipamentos com pouco tempo de uso e em bom estado de conservação.
Muitos restaurantes, assim como qualquer empreendimento que possa ter enfrentado alguma questão em relação ao planejamento, tendem a fechar as portas em menos de dois anos, como constatado pela acompanhamento da Sobrevivência
das empresas
, realizado pelo Sebrae.

– Apostar na pechincha e negociação flexível com quem deseja se desfazer dos equipamentos. Muitos vendedores podem oferecer produtos casados por um bom preço.

As desvantagens

– Nem sempre será possível usar as linhas de créditos mais tradicionais
voltadas aos empreendedores que desejam financiar equipamentos para restaurante.

– Os custos com o frete dos equipamentos e sua instalação ficam a cargo do comprador, podendo gerar custos extras.

– Sem serviço de pós-venda e certificação de garantia, a manutenção e possíveis reparos por desgaste também podem trazer gastos inesperados e afetar o orçamento do restaurante.

– Dependendo do público-alvo, espaço e cardápio do restaurante, algumas tecnologias dos aparelhos e equipamentos de segunda mão podem estar um pouco defasados diante das necessidades operacionais do dia a dia. Vale colocar todos os prós e contras na ponta do lápis!

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*