sexta-feira , 25 setembro 2020
Capa » Boas Práticas » Debate online promovido pela Merck discutirá a ciência por trás da carne cultivada em laboratório

Debate online promovido pela Merck discutirá a ciência por trás da carne cultivada em laboratório

Primeira edição online do Innovators’ Club discutirá as alternativas para atender um mercado global por proteína que verá a sua demanda aumentar quase 70% até 2050.

 A Merck, empresa líder em ciência e tecnologia, anuncia a primeira edição online do Innovators’ Club com o tema “Da bancada ao garfo: a ciência por trás da carne cultivada”, no próximo dia 10 de junho, às 12h30. O debate, que será realizado em inglês, tratará uma visão sobre as soluções para a procura crescente de proteína animal que tenham menos impacto negativo no meio ambiente, na saúde humana e no bem-estar animal.

Durante o evento serão explorados como está o avanço da indústria de carne cultivada e a biotecnologia por trás dela. Entre os palestrantes estão Liz Specht, Diretora Associada de Ciência e Tecnologia do Good Food Institute e Lavanya Anandan, Head de Inovação no Campo de Carde de Laboratório, Centro de Inovação da Merck Silicon Valley.

A demanda global por carne deve aumentar quase 70% até 2050 e, embora existam diversos planos piloto, a carne de cultura de células ainda não é feita em escala industrial. O primeiro hambúrguer teve um custo de 200 mil dólares, mas hoje já sairia por cerca de 10 mil dólares. Espera-se que em 4 semanas possa-se produzir 3 mil kg de carne / biorreator de 20m3. Além de poupar sofrimento animal, a produção de carne cultivada emitiria 96% menos gases de efeito estufa do que a tradicional e livre de antibióticos, de parasitas e patógenos sem contar os benefícios para o meio-ambiente.

Saiba mais e registre-se em https://www.merckgroup.com/en/research/innovation-center/news-and-events/all-events/from-bench-to-fork-the-science-behind-cultured-meat.html.

Sobre a Merck

A Merck é uma empresa líder em ciência e tecnologia em Saúde, Life Science e Performance Materials.  Cerca de 57.000 colaboradores trabalham para fazer uma diferença positiva na vida de milhões de pessoas todos os dias, criando maneiras de viver mais qualitativas e sustentáveis. Desde o avanço das tecnologias de edição de genes e a descoberta de maneiras únicas de tratar as doenças mais desafiadoras até a viabilização do uso da inteligência dos dispositivos, a Merck está presente. Em 2019, a Merck gerou vendas de € 16,2 bilhões em 66 países.

A exploração científica e o empreendedorismo responsável foram essenciais para os avanços tecnológicos e científicos da Merck. Foi assim que a empresa prosperou desde a sua fundação em 1668. A família fundadora continua sendo a proprietária majoritária da empresa de capital aberto. A Merck detém os direitos globais do nome e da marca Merck, com exceção dos Estados Unidos e Canadá, onde os setores de negócios da Merck operam como EMD Serono na área da saúde, MilliporeSigma em ciências da vida e EMD Performance Materials. Para saber mais, acesse www.merck.com.br e siga-nos no Facebook (@grupomerckbrasil), Instagram (@merckbrasil) e LinkedIn (Merck Brasil).

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*